17.12.04

Medo: Amália Rodrigues

neste Natal, interessa ouvir a Amália, num canto cheio de frio, para os que vivem no frio, sem um pedaço de pão que seja e os outros com sorrisos quentes, as mãos frias e bonecos de pano.

Amália Rodrigues : Medo
Música: Alain Oulman
Letra: Reinaldo Ferreira
In: "Segredos" 1997

Quem dorme à noite comigo?
É meu segredo, é meu segredo!
Mas se insistirem, desdigo.
O medo mora comigo,
Mas só o medo, mas só o medo!
E cedo, porque me embala
Num vaivém de solidão,
É com silêncio que fala,
Com voz de móvel que estala
E nos perturba a razão.
Que farei quando, deitado,
Fitando o espaço vazio,
Grita no espaço fitado
Que está dormindo a meu lado,
Lázaro e frio?
Gritar?
Quem pode salvar-me
Do que está dentro de mim?
Gostava até de matar-me.
Mas eu sei que ele há-de esperar-me
Ao pé da ponte do fim.

0 Comments:

Post a Comment

<< Home