15.12.05

na ponta do corno do morcego

a dor da existência é resultado da falta de identidade do indivíduo. a depressão é imposta - no escuro - pelo estado, na indiferença da sociedade. o prato e a comida. o voto no escuro. a solidão é a condição única do indivíduo; o berço ou leito. não sou nem mais nem menos que um incógnito no corno do morcego desequilibrado. sem azimute.
por Willie Mays

4 Comments:

At 9:24 PM, Blogger T. said...

Então não achas que é bom encontrar "o fio à meada"? Para quê? Para o voltar a perder certamente... E a vida não é isso mesmo? Uma busca constante de qualquer coisa? Uma certa esperança de que o fio seguinte nos conduza a uma vida melhor?

 
At 10:07 PM, Blogger T. said...

This comment has been removed by a blog administrator.

 
At 10:09 PM, Blogger T. said...

Afinal o corno do morcego também tem ponta, vês? E é a dor da existência que torna o indivíduo incógnito… mas no corno do morcego desequilibrado. Não é em qualquer corno, ou melhor, não é em qualquer morcego. E se tivesse azimute…como seria?

 
At 9:12 AM, Blogger E-clair said...

Por-um-fio,

Este post do morcego não é da E-clair, é do willie mays:))

Não sei se é possível encontrar o fio à meada nesta vida...

 

Post a Comment

<< Home