1.2.05

Humor Abre-Surdo: Ponto de ordem e autocrítica

O suposto inquérito inserido neste espaço e onde surgem referências que mais não são do que um mangar do camarada Garcia Pereira surgem no contexto de uma deriva pequeno-burguesa que há muito já se vinha fazendo notar neste “Blog”. Exemplos anteriores já se tinham feito notar com opiniões de alguma tolerância e até simpatia por essa falsa esquerda personificada por elementos como Louçã, Ferro Rodrigues, Helena Roseta e Manuel Alegre. Agora, com este torpe acto reaccionário, torna-se mais claro que é absolutamente necessário que cesse imediatamente e por todos os meios necessários e disponíveis a sabotagem de um espaço com tamanho (?!) potencial.

Os trabalhadores portugueses, reivindicam o confisco imediato do weblog que dá pelo nome de «Abre-Surdo», por ser um dos que -entre o universo bloguistico- maior paralelismo apresenta com a importância do PCTP/MRPP no quadro politico nacional.

O camarada Sacha deverá pois assumir a sua culpa e responsabilidade pela degenerescência acima mencionada e só assim legitimar que o PCTP/MRPP ilibe de responsabilidades os outros camaradas colaboradores ( a saber: os camaradas fbonito e willie mays).

Caso o camarada Sacha não assuma as suas responsabilidades e recuse fazer publicamente a sua autocrítica, o PCTP/MRPP deverá elevar-se a altura da gravidade da situação.

Assinado: Camarada Viegas
(em substituição do camarada Veiga, que se encontra neste momento a chefiar a comissão europeia)

... .... ......


Gostaria de começar dizendo que reconheço no PCTP/MRPP toda a legitimidade para tomar em mãos esse “Blog” que por minha culpa cedo se transformou num espaço onde se materializavam propostas, comentários e pontos de vista invariavelmente enganosos para o povo português e para a classe proletária mundial, se esta porventura estivesse a ler este blog. De qualquer forma, o que conta são as intenções e estas não foram de facto as melhores. Assumo que conspirei, manobrei, deturpei e propagandeei, no sentido de criar uma opinião simpática para com falsas forças de esquerda que em Portugal e no mundo mais não fazem do que provocar o turpor e a prostração da acção revolucionária.

De forma a provar desde já e sem mais demoras que estou disposto a fazer uma autocrítica pública pelo meu desvio burguês e a ser reeducado na medida do que a minha natureza permite, aproveito este espaço para anunciar (já que pelos vistos ninguém mais o faz) que o Camarada Garcia Pereira, no dia 3 de Fevereiro pelas 18h30, vai lançar o seu livro «Ousar Sonhar, Ousar Lutar, Ousar Vencer» na
Biblioteca Museu República e Resistência.

O momento contará ainda com as intervenções do nosso- (cada vez mais)- futuro- camarada Professor (ou será Professor camarada?)
Diogo Freitas do Amaral e do camarada-agora-doutor Arnaldo Matos, também conhecido como o grande dirigente e educador do proletariado português.


Farei todos os esforços para estar presente. Consciente das minhas responsabilidades e da rara e preciosa oportunidade que me é concedida, espero estar a altura do tamanho empreendimento que é o uso deste espaço como voz, microfone, amplificador, e altifalante do PCTP/MRPP e desse não menor esforço que é a minha própria reeducação pelo PCTP/MRPP único partido verdadeiramente de esquerda.

Abaixo a pseudo esquerda mediática!
Viva o marxismo-leninismo!
Viva a aliança operário – camponesa!

Viva o PCTP/MRPP!
A luta continua!

Assinado: Sacha,.... quer dizer.... camarada Sacha.

4 Comments:

At 1:03 PM, Blogger Horácio said...

Muito Bom ah ah ah ah ah ah

assinado:

camarada Horácio

 
At 2:08 PM, Anonymous Anonymous said...

Hoje na RTP 1 jornal da tarde:

"Está o pais preparado para a seca?" (Vote)

Tenho a certeza que nós portugueses sabemos muito e temos muito a dizer acerca disso. :-)

 
At 9:10 PM, Blogger fbonito said...

O "cama'da" Fbonito fartou-se de rir com o texto...

Ainda sobre o tema esquerda/direita, sabiam que, no Brasil, um grupo de 100 petistas abandonaram o Partido de Lula por consideram que ele traiu a "causa" e, dizem que é só o começo.....

Apesar da maçada, deixo-vos a notícia:


TEXTO GRÁTIS
DISSIDÊNCIA NO PT
01/02/2005

Grupo de 112 militantes desiludidos com rumos do governo desliga-se do partido

Desiludidos com os rumos do PT e do governo Lula, 112 petistas anunciaram seu desligamento em massa do partido. Entre eles está Plínio de Arruda Sampaio Júnior — um dos fundadores do PT e filho de outro quadro histórico e fundador do PT, Plínio de Arruda Sampaio — e o economista Reinaldo Gonçalves, que participou da elaboração do programa econômico nas campanhas presidenciais disputadas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo Plínio, a dissidência poderá alcançar até 500 pessoas.

— Muita gente me procurou no Fórum Social Mundial (que terminou ontem em Porto Alegre, e onde foi anunciada formalmente a desfiliação do grupo) manifestando interesse em sair do PT, mas eles não queriam sair de forma abrupta. A saída vai ser gradual — disse Plínio, que também é economista.

Segundo ele, o grupo não pensa por enquanto em criar um novo partido. Entre os dissidentes, no entanto, alguns estão negociando filiação ao P-SOL, partido criado pelos rebeldes expulsos do PT no ano passado, como a senadora Heloisa Helena (AL) e os deputados Luciana Genro (RS) e João Batista Babá (PA). Eles foram punidos por votar contra a reforma da Previdência. Em 2003, o sociólogo Francisco Oliveira, também fundador do PT, desligara-se do partido por discordar dos rumos do governo.

O grupo de dissidentes liderado por Sampaio é formado por pessoas do meio acadêmico, como Gonçalves; sindicalistas, como Jorge Martins, da executiva nacional da CUT; e integrantes de organizações de esquerda e entidades sociais ligadas à Igreja Católica.


‘Dissidentes vivem à sombra do PT’

A debandada provocou reação por parte da direção nacional do partido. O presidente do PT, José Genoino, disse que respeita a decisão do grupo, mas atacou os ex-correligionários:

— Os dissidentes vivem à sombra do PT. É bom para eles. Esses companheiros estão criando um fato político que só mostra o quanto o PT é grande — disse Genoino.

Professor da Unicamp, Sampaio é filho de um dos fundadores do PT, Plínio de Arruda Sampaio. Em agosto de 2003, Sampaio encabeçou o movimento Resgate do PT, no qual defendia a permanência da senadora Heloisa Helena e dos deputados Luciana Genro, João Batista Babá e João Fontes no partido. O movimento coletou 20 mil assinaturas.

Com a saída de Reinaldo Gonçalves, do Instituto de Economia da UFRJ, o PT perde um dos principais artífices dos programas econômicos do partido, inclusive o da campanha de 2002. Gonçalves alega que, após dois anos, cansou de esperar que o presidente executasse o programa do partido no governo.

— O partido foi capturado por um grupo dirigente sem nenhum projeto de sociedade para o Brasil, mas um projeto mesquinho de poder. Se disseram em 2002 que a esperança venceu o medo, digo agora que a pusilanimidade venceu a esperança. Lula está fazendo gestão pior do que a de Fernando Henrique Cardoso, porque, além de repetir o seu antecessor, está acabando com um projeto alternativo — afirmou o economista, que não pretende ingressar em outra sigla.

Já o professor Alcebíades Teixeira, o Bid, ex-membro do diretório estadual do Rio de Janeiro e ex-presidente da CUT do Rio de Janeiro, anunciou o ingresso no P-SOL.

— No primeiro ano do governo, os companheiros usavam a expressão transição. Eles pediam paciência, prometendo que chegaríamos a programa petista. Mas aos poucos, o discurso da transição desapareceu — lamentou Bid.


Jornal: O GLOBO Autor:
Editoria: O País Tamanho: 605 palavras
Edição: 1 Página: 3
Coluna: Seção:
Caderno: Primeiro Caderno



© 2001 Todos os direitos reservados à Agência O Globo

 
At 11:29 PM, Blogger Sacha said...

fernando acho que "postar" o texto sobre o PT e o Lula.
Aliás de nós tu es aquele que por "tradição" fala e olha para o brasil.

 

Post a Comment

<< Home